Oportunidades e conexões para desenvolver o ecossistema de Empreendedorismo

No mundo empreendedor estar bem relacionado é essencial e poderá ditar o futuro do seu negócio.

Além de abrir portas, manter bons relacionamentos também pode agregar muito na sua vida e no seu negócio.

Trocas de experiências, mentorias, parcerias e investimentos também são exemplos de feitos adquiridos através de um bom relacionamento.

Em função dessa importância, preparamos para você um estudo de caso com a fundadora da empresa BeerOrCoffee, Roberta Vasconcellos, onde ela compartilha como conseguiu desenvolver a sua empresa com boas práticas de network.

A BeerOrCoffee

A BeerOrCoffee é uma plataforma digital que reúne espaços de coworking por todo o Brasil e oferece às pessoas opções de planos para a utilização desses locais com o intuito de estimular o networking e a conexão entre pessoas em escritórios colaborativos.

Roberta compartilha experiências valiosas em razão da participação da startup em programas de aceleração. O primeiro foi o Startup Chile, em Santiago.

Segundo a CEO, o programa do governo chileno disponibiliza investimento a fundo perdido com direito a mentorias e contato com outros empreendedores, o que para ela é o mais valioso nesse tipo de programa.

Como contrapartida, os empreendedores precisam de alguma forma retornar o que recebem à comunidade local, por meio de palestras e eventos, por exemplo.

A segunda oportunidade de aceleração para o BeerOrCoffee aconteceu em 2016 na 3ª rodada do Seed(Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development), programa de aceleração mantido pelo Governo do Estado de Minas Gerais e baseado no modelo do Startup Chile.

“O melhor de qualquer programa como esse, são os outros empreendedores que estão no programa, então, o máximo de troca que a gente puder ter entre os empreendedores é o mais rico que pode acontecer em um programa de aceleração”, afirma a CEO.

Além dos dois programas, Roberta ainda destaca como alternativa aos empreendedores o Sebrae Tech, que, de acordo com ela, dependendo do projeto, o Sebrae Tech oferece o financiamento com uma contrapartida de 20% que o empreendedor deve retornar ao órgão.

Outra forma que Roberta busca para se desenvolver e desenvolver o seu negócio é sempre estar conectada com diversas comunidades, inclusive de abrangência internacional.

Participação em comunidades empreendedoras

A rede Global Shapers é um dos exemplos citados pela empreendedora, por onde tem acesso a pessoas em várias partes do mundo que também fazem parte desta comunidade e que compartilham de propósitos semelhantes que se alinham pela ideia de ter no empreendedorismo um meio para transformações sociais e econômicas.

Global Shapers é uma iniciativa do Fórum Econômico Mundial. A rede é composta por jovens líderes entre 20 e 30 anos de idade de todo o mundo.

“No final das contas, enfrentamos problemas parecidos, apesar da cultura ser diferente, os desafios às vezes serem diferentes, mas a gente pode se ajudar com soluções mútuas, isso me faz pensar em algo global, isso me faz pensar em uma rede que pode estar conectada e que seja muito mais fácil do que a gente imagina de resolver os problemas que estão do nosso lado”, ressalta a CEO.

Outra rede da qual Roberta Vasconcellos participa é a Young Leaders of the Americas Initiative (YLAI), programa criado na gestão de Barack Obama com o propósito de estreitar os laços entre jovens líderes de toda a América através de uma rede de empreendedores promovendo formação, ferramentas, networking e recursos que contribuam para o desenvolvimento econômico e social do continente.

Contextualizando

O estudo de caso foi contextualizado pelo livro A Startup Enxuta, do autor Eric Ries, que aborda dentre vários assuntos cruciais para todo empreendedor, boas práticas de relacionamento.

Livro “A Startup Enxuta” do autor Eric Ries

Em A Startup Enxuta, o autor também reserva um espaço para apresentar diversas redes de empreendedorismo espalhadas pelo mundo, além de sugerir blogs e livros sobre o tema que agregam tanto para o desenvolvimento de negócios quanto habilidades profissionais do empreendedor.

Ries, assim como a CEO do BeerOrCoffee, considera que estar integrado num ecossistema de startups é parte importante do empreendedorismo, e hoje se tornou acessível em qualquer parte do planeta, através de comunidades, grupos e meetups que se consolidam e exercem um papel importante para alavancar o empreendedorismo como agente transformador.

Estar conectado com outros empreendedores e vários públicos pode ser muito valioso, não só para o seu negócio, mas para a sua vida pessoal e profissional como um todo.

 

Gostou? Mas saiba que o aprendizado não para por aqui, existem inúmeras formas de se relacionar, e você pode explorá-las conforme a sua criatividade e oportunidades que surgem!

Você pode aprender mais com o estudo de caso completo, clicando no banner abaixo:

0
Blog


Comentários

Send this to friend